Morro de São Paulo, um dos 3 melhores destinos da Bahia

postado em: Bahia, Brasil, Lugares, Morro de São Paulo | 1
Morro de São Paulo - Vista Morro do Farol - Primeira e Segunda Praia
Morro de São Paulo – Vista do Morro do Farol – Primeira e Segunda Praia

Na minha opinião, Morro de São Paulo está entre os três melhores destinos da Bahia e certamente está muito bem cotado se a comparação for feita para todo o litoral brasileiro.

O vilarejo fica em uma região privilegiada, onde estão as praias mais belas do litoral baiano e entre as mais belas do litoral brasileiro, Morro de São Paulo, Boipeba e Barra Grande (na península de Maraú) existem praias lindas, água quente e transparente, corais, areais claras e sol o ano todo.

Morro de São Paulo, Boipeba e Barra Grande
Morro de São Paulo, Boipeba e Barra Grande

 

A primeira vez que fui até Morro de São Paulo foi uma decisão “do nada”, estávamos em Itacaré, acordamos e olhamos no mapa e Morro de São Paulo estava logo ali, pegamos o carro caímos estrada, sem sequer saber o que realmente era Morro de São Paulo.

 

Primeiro, Morro de São Paulo é uma ilha, não tem como chegar de carro, se prepare para andar bastante. Outra coisa interessante é que, logo ao desembarcar da lancha ou catamarã já dá para perceber de onde vem o “Morro” no nome, tem uma rampa bem “agradável” para subir, e dependendo da sua hospedagem terá que subir ainda mais…

 

Aí você pensa: E se eu estiver com malas pesadas? Não tem problema, a ilha tem serviços de traslado, são dezenas de locais, com carrinho de mão esperando o turista, assim que desembarca, se oferecem para levar as bagagens, fazer serviço de guia, encontrar pousadas e o que mais você precisar, lógico que pagando e pode pechinchar o primeiro valor é sempre o dobro do valor “de mercado”.

 

Como a ilha está em área de preservação ambiental, também é preciso pagar uma taxa logo no desembarque, a taxa é quase irrisória, apenas R$ 15 por pessoa, não estipula tempo máximo, inclusive poderia ser bem maior, só a paisagem das praias já vale o preço da “entrada”.


Como chegar:

Existem algumas formas de chegar a Morro de São Paulo, irei citar apenas as duas mais comuns.

Morro de São Paulo - Pier Embarque e Desembarque
Morro de São Paulo – Pier Embarque e Desembarque

Por Valença (a mais utilizada), uma cidade não tão pequena, um tanto quanto bagunçada, que possui lanças e catamarãs saindo em direção a morro de 30 em 30 ou 15 em 15 minutos, dependerá da época e da demanda.

Se você está indo de Carro se prepare para pagar uma grana com estacionamento, na baixa temporada, próximo ao cais de Valença, encontrará muitas opções de estacionamentos fechados, normalmente o valor é negociável, mas fica sempre acima de R$ 25 por diária, já na alta temporada os estacionamentos estão bem cheios, e a diária não sai por menos de R$ 40.

Dica: NUNCA deixe seu carro fora dos estacionamentos fechados, se fizer isso, certamente terá problemas no retorno. Se vai só para Morro de São Paulo, ir de carro é quase jogar dinheiro fora, veja se encontra ônibus até a cidade de Valença.

 

Na parte marítima: Existem duas opções, a Lancha rápida, que tem valor maior que o catamarã, e o trecho é feito em menos de 15 minutos. De Catamarã o trecho leva de 30 a 40 minutos, é mais barato e com muito mais pessoas, também é uma viagem agradável e não balança nada, não tem nem como ficar enjoado. Para quem tem medo de barco, escolha o catamarã.

 

Por Salvador: Bem mais distante, mas muito usado, pois é o aeroporto de grande porte mais próximo do paraíso, ao chegar no aeroporto você terá 2 opções: ir de avião bimotor ou mono motor, das empresas de Táxi Aéreo AeroStar ou Addey, que não custa barato (entre R$ 350 e R$ 450 por passageiro/trecho), é bem mais rápido, menos de 30 minutos. De Catamarã, que sai do porto de Salvador, se você está chegando no aeroporto terá que se deslocar até a parte central da cidade, fica um pouco distante, de táxi vai gastar mais de R$ 100 no trajeto.

 

Horários do Catamarã:

Salvador x Morro de São Paulo: 09:00 e 14:30

Morro de São Paulo x Salvador: 11:30 e 15:00

Valor: R$ 94,55 + 0,65 + taxa de embarque R$ 1,30 por pessoa.

Empresa: Biotur http://www.biotur.com.br/

 

Dicas: O trajeto ocorre todo em mar aberto, principalmente no inverno o mar pode estar muito agitado, inclusive acarretando a mudança na forma do transporte (raro) trocando o catamarã por uma rota “semi-terrestre” que consiste em Catamarã até a ilha de Itaparica, rodoviário até Valença e Catamarã de Valença a Morro de São Paulo. Se sente enjoo em barco ou não tem certeza, aconselho a tomar remédio uma hora antes do inicio do trajeto, pois 2 horas de mar aberto não é moleza para quem não está acostumado.

 

Chegando em Morro de São Paulo

Ao contrário do que sempre faço, para Morro de São Paulo aconselho a já ter alguma pousada ou hotel reservado, na alta temporada quase todos os bons hotéis e pousadas ficam lotados, e mesmo na baixa, ficar andando a pé, com o carregador empurrando o carrinho demão com as malas é algo desagradável para ambos. Abaixo citarei algumas pousadas e hotéis que fiquei e gosto bastante.


Onde Ficar:

Primeiro é preciso definir qual o seu perfil, Morro tem 5 aéreas de hospedagem:

Vila: são centenas de bares e restaurantes, bem animada entre 7 da noite e 2 da manhã,

Primeira e segunda Praia: ideal para quem busca praias bonitas e agitadas, com hotéis confortáveis e não se importa em gastar um pouco mais com hospedagem e alimentação.

Terceira Praia: a pior das 4, hotéis simples, uma área meio escura, com restaurantes simples e um pouco longe da vila, aconselho apenas se a grana estiver muito curta.

Quarta Praia: longe da bagunça, bem longe mesmo, a praia é imensa, mas tem resorts e pousadas voltadas para o público A, B, Artista famosos e grandes empresários, se quer paz e exclusividade, pode ser uma opção.

Gamboa: uma vila de pescadores onde a ocupação da ilha começou. A praia não é das mais bonitas, mas a hospedagem é barata, muito barata, a locomoção para a vila ou demais praias deve ser feita por barcos. Se for caminhando fica longe, mais de 5 km, só indico se realmente estiver sem grana ou viajando com um grupo grande e prefira alugar uma casa.

 

Na Vila

  • Pousada O Casarão: na praça principal, logo no inicio da Vila, próximo aos principais bares e restaurantes da vila, boa infraestrutura e bons valores.
  • Pousada da Praça: também na praça, boas acomodações e próxima de tudo.
  • Pousada Safira do Morro: próximo à praça, preço um pouco acima das duas anteriores e conta com boa infraestrutura e localização.
  • Pousada Passargada: em local tranquilo, no inicio da subida do morro do farol, ao lado da praça da vila, ótimo atendimento e infraestrutura.
  • Pousada Perola do Morro: uma das minhas preferidas, na estrada que leva a primeira e segunda praia, já bem próximo das praias, boa infraestrutura, bons valores e ótimo atendimento em uma rua tranquila.
  • Pousada Nativo: simples, quase chegando na praia, ótima localização e bom custo x beneficio.

 

Na Segunda Praia

  • Pousada da Torre: de frente para a principal praia da de Morro de São Paulo, com ótima estrutura  e quartos de qualidade, valores um pouco superiores às pousadas da vila, mas vale a pena, minha preferida em Morro.
  • Pousada Sambass: também de frente para a praia, animada, com bares de praia na sua frente, não  é preciso se locomover nem 100 metros, tanto durante o dia como a noite.
  • Pousada Brisa do Caitá: uma opção bem econômica, nada de luxo, porém fica em frente a segunda praia, com uma localização perfeita, a pousada é simples, os quartos possuem ar, tv e frigobar. O café da manhã não é dos melhores, mas o custo é sempre bem inferior aos demais hotéis da segunda praia. Se não procura luxo e quer localização, a pousada pode ser uma boa escolha. Eles quase não disponibilizam apartamentos nos sistemas de reservas online, caso não encontre online no booking, podem consultar a empresa Destinos Operadora, eles tem um produção muito alta no hotel e sempre conseguem bons valores (www.viajedestinos.com.br)
  • Hotel Morro da Saudade: também uma opção de custo reduzido, fica há 1 quadra da segunda e terceira praia, a localização é boa e o preço normalmente é bem atrativo, nada de luxo, mas por ser um hotel bem grande, quase sempre tem disponibilidade.

 

Na Terceira Praia

  • Minha Louca Paixão: se destaca como uma das melhores de Morro de São Paulo. Apesar de estar em uma região com varias pousadas simples, a pousada destoa pela estrutura, não é barata, mas tem o preço justo pelo que oferece, fica na terceira praia, mas quase na divisa com a segunda, e só de ver as fotos e a opinião dos viajantes dá para ver que é algo diferenciado.
  • Pousada Chez Max: Simples e barata, de frente para o mar da terceira praia e bem próxima da segunda, menos de 300 metros.
  • Pousada Água Viva: interessante, com preço muito bom. A localização é o que deixa a desejar.
  • Pousada Brasil Caribe: muito simples, mas barata.

 

No fim da Terceira Praia e Quarta Praia

  • Vila das Pedras: pousada com ótima estrutura, quase um resort, ideal para descansar. Bom atendimento, preço um pouco alto, mas condiz com o que oferece, fica bem distante da vila.
  • Vila dos Corais: grande infraestrutura, na beira da praia, voltado para um público mais exigente e principalmente para quem busca paz, preço elevado.
  • Patachoca Eco Resort: Resort na quarta praia, um paraíso para quem busca descansar a beira mar, com uma praia quase particular.
  • Vila dos Orixás Boutique Hotel: exclusividade, longe de tudo, só a pousada e o mar deserto da quarta praia, ótima em quase tudo, ideal para hospedes exigentes que querem descansar.

 

Gamboa

Acho melhor não indicar, pois não conheço os hotéis desta praia, já fiquei em casa alugada para o Carnaval, mão não visitei nenhuma pousada.

 

Citeis várias pousadas, mas como em Arraial D Ajuda, o que não falta são pousadinhas aconchegantes, o ideal é primeiro definir o que você deseja, depois buscar por região. Lembre, não existe táxi em Morro, todo trajeto é feito a pé, a localização é fundamental.

Veja mais hotéis em Morro de São Paulo



Booking.com


O que fazer na Ilha:

Tem muito o que ser feito na região, para conhecer bem, aconselho uma estada de uns 4 ou 5 dias completos.

 

  1. Segunda Praia: Com diversos quiosques com bom atendimento e estrutura, oferecem diversos tipos de cervejas, coquetéis, almoço e jantar, vale a pena ficar um ou mais dias nessa praia, a beleza da mesma é exuberante, água transparente, fundo de coral, muito sol  e água quente (até demais), típico da Bahia.
Vista Aérea Segunda e Primeira Praia - Destinos
Vista Aérea Segunda e Primeira Praia – Foto: Destinos Turismo

 

  1. Descer na Tirolesa, existem tem muitos anos e segundo os locais nunca ocorreu um acidente, e cansativa a subida até o morro do farol, onde fica a tirolesa, mas a vista é impressionante, uma vez lá no topo, nada de descer andando, pegue o atalho e desça até a primeira praia de tirolesa.
Morro de São Paulo - Tirolesa
Morro de São Paulo – Tirolesa

 

  1. Caminhe até a quarta praia para conhecer a parte mais deserta de Morro de São Paulo, vale a pena uma caminhada de alguns quilômetros, as paisagens são lindas e ao chegar na quarta praia dá para ver o quão deserta e bela  é a região. Se gosta de mergulhar, na terceira e quarta praia existe aluguel de caiaque e mascaras, como recreação é legal, são poucos peixes e corais, mas mesmo assim é agradável. Prefira horários com a maré baixa ou vazando.

 

  1. Ver o por do Sol na toca do Morcego, subindo o morro do farol. No fim da tarde o povo se reúne no bar para ver o lindo por do Sol, realmente é impressionante, musica ao vivo, muita gente bonita e um clima alternativo e sofisticado ao mesmo tempo.

 

  1. Conhecer as piscinas naturais que se formam na maré baixa, atrás do morro do farol/tirolesa, dá um trabalhinho chegar até lá, mas é quase deserto e as piscinas são fantásticas.

 

  1. Não pode falta um passeio de pelo menos meio dia para Boipeba ou o completo Volta à ilha. Boipeba é um vilarejo de pescadores, que atualmente vem crescendo muito, o local é quase intocado, lindo e com água cristalina e quente, geralmente as embarcações param para almoço em um restaurante flutuante, se não está acostumado com passeios de barco tome remédio para enjoo e evite ao máximo comida com muito tempero, é comum passar mal horas após o passeio, você sai do mar, mas continua sentindo o chão balançar, o resultado são os enjoos. Na primeira vez que fui os seis que fizeram o passei passaram mal. O passeio é vendido por todas as agencias em Morro de São Paulo, normalmente na terceira praia você consegue negociar direto com os barcos que fazem o passeio e economizar alguns reais, o passei completo “volta à ilha” custa entre R$ 85,00 e R$ 110 reais por pessoa e vale cada centavo.

No mesmo passeio você terá a oportunidade de conhecer as piscinas naturais de Moreré e se gostar de frutos do Mar não deixe de almoçar no restaurante do Guido e sua famosa lagosta, principalmente depois que recebeu a visita da Ana Maria Braga, mas não é só marketing, a comida é realmente fantástica.

  1. Se sobrar um tempo, faça uma visita  a Gamboa, região mais antiga da ilha, também é agradável, com alguns restaurantes. A forma mais fácil de chegar até lá é pegar um barco no píer onde você chegou no catamarã, tem vários barcos particulares que realizam o passeio, também existe a opção da caminhada ecológica, onde guias locais apresentam toda a história da ilha, passando por locais históricos onde começou a ocupação de Morro de São Paulo, porém a caminhada leva em média uma hora e 30 minutos.
Vista Aéreas Gamboa (Foto: Destinos Turismo)
Vista Aérea Gamboa (Foto: Destinos Turismo)

 

  1. Acabaram as indicações, se tem mais dias, passe mais um tempo na segunda praia, comendo bebendo e torrando o sol!

Infraestrutura:

Morro de São Paulo tem opções para todos os gostos, os pratos mais comuns são frutos do mar, mas como a região tem uma boa infraestrutura, é possível encontrar culinária para todos os gostos, como Massas, Grelhados, Comida Espanhola, Mineira, entre outros. O preço não são tão absurdos como em outros paraísos do Litoral baiano, tem restaurantes caros, mas também é possível encontrar locais baratos e com boa comida, a oferta é muito grande.

 

A ilha não possui hospital, mas existe um posto de saúde no inicio da vila, diversas farmácias e alguns consultórios médicos particulares, nos casos mais graves é necessário ir até Valença.

 

Quanto a segurança, no inicio parece estranho, as ruas escuras, algumas delas bem esquisitas, meio desertas (como a rua da biquinha), mas com o tempo você vê que é relativamente seguro, claro, não é para ficar dando bobeira altas horas da madrugada, mas por se tratar de uma ilha e que vive do turismo o risco é pequeno, Também existe ronda da policia militar, na praia em quadriciclo e a pé pela vila, mas todas as vezes que estive lá, nunca vi nada anormal.


Vida Noturna:

Na baixa temporada não tem muita coisa para fazer, na Vila os restaurantes fecham por volta de 1 ou 2 da manha, existem 2 boates no local, elas alternam os dias a Pulsar e a Toca do Morcego (ambas próximas ao pier onde desembarcamos, a Toca do Morcego é famosa e fica na subida do morro da Tirolesa). Já na segunda praia existem alguns bares que vão até mais tarde, inclusive, na alta, é comum ter o famoso luau na segunda praia, normalmente de musica eletrônica ou MPB, essas vão até o dia clarear ao som de musica eletrônica e barraquinhas de bebidas e cerveja.

Vida Noturna por período:

No verão as opções de baladas são muitas, todos os bares da segunda praia tem musica ao vivo e as boates já citadas também abrem em dias alternados.

No Carnaval, por incrível que pareça, é uma data bem tranquila, Morro fica lotado, porém sem muitas opções, tem balada, pelo menos um dia de luau na segunda praia, mas, é muito mais voltado para casais. A partir da quarta feira de cinzas, até o fim da semana Morro pega fogo, muita musica eletrônica, muitos estrangeiros, a vila se torna uma balada eletrônica, com muita gente jovem, estrangeiros de Israel, Argentina e Itália, o pós carnaval é voltado para o publico baladeiro e não faltam opções.

 

Morro de São Paulo é realmente um paraíso e atende a todos os públicos, desde de solteiros procurando badalação, como casais e família que buscam lindas praias e descanso.

 

Agradecimento: Destinos Viagens e Turismo

 

Até a próxima!